Mundo Mais

  • Latest News

    Tecnologia do Blogger.

    Translate

    domingo, 30 de abril de 2017

    Baseado em Fatos Verídicos - Prive Contos Eróticos - Enrabado na Cachoeira

    Olá pessoal, irei contar um fato verídico que ocorreu comigo em Fevereiro de 2006, a pouco tempo atrás... Eu sou bco, tenho 28 anos, tenho um corpo bonito e uma bunda muito grande e gostosa (inclusive todas as namoradas que tive ficaram loucas com ela). Bom, vamos ao fato, tive que ir para o Sul de Minas a trabalho cobrir um colega que estava de licença, aí que começou a minha aventura...
    cheguei na sexta e teria que iniciar o trabalho na segunda, então na própria sexta resolvi ir visitar a cidade e me informaram sobre algumas cachoeiras a alguns KMs, como fui com o meu carro, decidi ir visitá-las. Coloquei a sunga no hotel por baixo das roupas afim de dar um mergulho e fui...Logo avistei uma placa na estradinha onde dizia o nome da cachoeira, então encostei o carro e desci uma trilha até o local, mais ou menos um ½ KM a pé até chegar a cachoeira. O lugar estava deserto e a paisagem era linda, subi umas pedras e saí em outro local com mais quedas d´agua. Sentei nas pedras e fiquei durante uns 30 min, qdo apareceu um cara subindo as pedras do outro lado e sentou numa das pedras, ele me olhava de rabo de olho de vez em qdo e pra minha surpresa, ele tirou toda a roupa para entrar na água, ficou de costas pra mim e foi tirando e qdo virou de frente... nossa!!!
    Tinha um pintão enorme ainda mole balançando. Não sei porque mas aquilo me deu um tesão enorme, eu já havia me imaginado dando a minha bunda, pois como eu disse, ela é muito grande e gostosa, queria dar prazer para alguém com ela.
    Eu fiquei reparando no corpo dele e pude perceber mesmo que de longe ele era forte, um moreno escuro muito forte com um pinto ainda mole muito grande... fiquei com muito tesão. Ele entrou na água e ficou por algum tempo, mesmo qdo saiu daquela água fria, seu pau continuava grande e comecei a pensar naquela “coisa” dura, deveria ser enorme.
    Como eu estava longe, tomei coragem e tb tirei toda a roupa e é claro de costas para que ele pudesse apreciar a minha bunda. Fiquei um tempo fingindo arrumar as minha coisa e de vez em qdo abaixava ficando de 4... qdo virei pude perceber que ele me olhava e imagina... aquele pau estava duro com ele mexendo bem devagar, quase desmaiei de ver aquela pica monstruosa...disfarcei... entrei na água e fiquei por alguns minutos e qdo virei, ele não estava mais lá... pensei que ele estivesse ido embora, então coloquei uma toalha nas pedras e deitei de bruços com a minha bunda enorme pra cima, fazia muito calor mas a água era tão gelada que tinha deixado meu corpo todo arrepiado. Pude perceber que ele estava próximo um pouco acima nas pedras olhando para a minha bunda, então fechei os olhos e fingi dormir...alguns minutos depois percebi que ele estava se aproximando e continuei com os olhos fechados... então foi que senti um mão deslizando pela minha bunda e tremi na hora, continuei do mesmo jeito e ele ficou me acariciando... uma delícia! Passava a mão devagar, sem pressa, dava umas apalpadas, ficou assim uns 10 minutos, eu estava morrendo de tesão!Foi qdo ele sentou perto do meu rosto e virou para massagear a minha bunda, deixando seu pau esfregar no meu braço, pertinho do meu rosto. Qdo abri os olhos não acreditava no tamanho daquilo... tive que pegar na hora e fiquei punhetando ele, era lindo, grande demais, nunca tinha dado a minha bunda e estava morrendo de medo que ele quisesse me comer. Agora ele já beijava a minha bunda, abria ela e passava a língua no meu cuzinho... ahhhh que delícia era aquilo! Ele falava baixinho: “Que bunda maravilhosa, parece de mulher... é linda demais!” me elogiava e me deixava com mais tesão... quis punhetá-lo até ele gozar, mas ele esticou a mão e pegou uma camisinha que ele trouxera numa pedra ao lado. Gelei!!! Falei pra ele:
    Não vou agüentar, sou virgem... então ele me disse: “Eu sei o que fazer, vc não vai sentir dor alguma e vai implorar pra eu meter com força e tudinho”... aquilo me deu um tesão enorme e deixei pra ver até onde eu conseguiria. Após massagear meu cuzinho com a língua durante uns 10 minutos eu já pedia pra ele me comer, pois não estava agüentando mais... Eu dizia coisas que jamais pensaria em falar para um homem: “Me fode, macho gostoso! Me fode com esse PAUZÃO!!!” Ele então colocou a camisinha com dificuldade e começou a passar aquela cabeça enorme no meu cuzinho que foi abrindo bem devagar...parecia impossível, mas ele era muito bom naquilo, mas a dor começou, tanto que parecia que ele ia me rasgar... ele colocava um pouquinho e voltava, deixava um pouquinho até eu me acostumar, mas não estava entrando de jeito nenhum... doía muito! Ele pediu pra eu levantar e ir até umas pedras no canto, lá havia uma pedra arredondada onde ele me encostou, ficava bem na minha barriga, então fiquei curvado com a bunda pra cima, praticamente de 4... era uma posição maravilhosa. Ele falava pra mim: “Essa bunda merece uma rola grande”! chupou novamente o meu cuzinho e começou novamente forçar aquela cabeçona, ficou uns 10 min tentando até que entrou um pouco... praticamente toda a cabeça...dei um gritinho de dor e ele foi me acalmando. Deixou um pouco a cabeça laceando o meu cuzinho e depois começou a mexer bem devagar. A dor por incrível que pareça foi diminuindo e ele dizia coisas que me deixavam maluco: “Que cuzinho apertadinho!, que bunda maravilhosa! É muito mais gostosa que a da minha namorada! Ela é muito grande! Vou te comer bem gostoso!” Qdo percebi, o pau estava mais do que a metade, pois era impossível engolir todo aquele cacete, então ele começava um vai-e-vem que me deixou louco. Eu estava muito feliz em agüentar aquela rola, devia ter mais ou menos de 21 a 23cm e eu mal consegui fechar a mão qdo estava punhetando ela. Ele me comia gostoso, a sensação era maravilhosa, não sabia nem mais o que sentia, se estava gozando pela bunda, pelo pau, não sabia, mas estava bom demais! Eu fiquei tão louco que pedia pra ele me foder com vontade, vai meu macho! Logo ele tirou o pau de dentro e senti meu cuzinho todo aberto... ele tirou a camisinha e começou a gozar na minha bunda. Foi uma delícia, parecia que não ia parar mais... Eu olhava aquele pau e não acreditava que ele tinha me comido. Logo depois ele disse: “Obrigado cara! Foi o cu mais gostoso que eu comi em toda a minha vida”! Me perguntou onde eu morava, me deu seu tel. e foi embora. Nunca mais voltei lá e morro de vontade de ir novamente. Foi muito gostoso todo o clima, desde os olhares até gozarmos e na natureza dando ao ar livre e arriscado de alguém ver aquela cena. Foi demais! Espero que tenham gostado, foi realmente verídico e quem quiser contato comigo, é só mandar um e-mail para: mamontes@ubbi.com.br, prometo responder à todos! Abraços...


    Mundo Mais   
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Baseado em Fatos Verídicos - Prive Contos Eróticos - Enrabado na Cachoeira Rating: 5 Reviewed By: Renan dos Reis
    Scroll to Top