Mundo Mais

  • Latest News

    Tecnologia do Blogger.

    Translate

    quinta-feira, 6 de abril de 2017

    Prive Contos Eróticos - Novinho Loirinho ,Sarado & Safado


    Meu nome é André, tenho 19 anos, bundudo, tenho as coxas grossas, 1,79, 69 quilos, enfim. Um belo dia(há 3 anos atrás), minha mãe foi na casa de uma amiga dela, a qual tinha dois filhos, Carlos e Pietro (ambos com 18 anos naquela época (nomes fictícios)), Carlos já era assumido gay, mas não me deixava com tesão, já Pietro...
    Bom, nesse dia, nós iríamos jantar lá, mas fomos sem um aviso prévio, então ninguém estava pronto, portanto não havia comida, então minha mãe e sua amiga precisaram sair para ir no mercado, e Carlos foi junto, portanto, na casa ficamos só eu e Pietro.
    Estavamos na sala, e quando todos saíram Pietro veio em minha direção massageando sua rola por cima do seu shorts azul de futebol, e quando chegou perto de mim, desviou seu caminho para o quarto, e eu esperei uns 20 segundos e ele me chamou:
    _Vamos André, chega aí, eu sei que você quer!
    Eu nada bobo, cheguei na porta de seu quarto e fiquei apoiado no batente olhando aquele deuso deitado na cama (ele deveria ter uns 1,80 e tinha um tanquinho que dava inveja nos marmanjos, e um peitoral forte), e depois de um tempo admirando, ele repetiu:
    _Chega aí mano!
    Eu me aproximei dele, e vi seu mastro marcando no shorts enquanto ele avisava, então eu sentei em cima do volume dele (na posição de cavalgar(só que de roupas)) e eu sentia a pica dele pulsando na minha bunda, e ele disse:
    _Não me provoca safado!Já tô querendo essa bunda faz tempo!
    Nesse momento eu dei um beijo na boca dele, depois eu fui descendo e passando minha língua nos músculos do braço dele, depois fui para o abdômen sarado, e lambia entre os gominhos, até que ele botou o pau pra fora (deveria ter uns 19 cm, e grosso) e eu segurei naquela rola, e comecei a bater com ela na minha cara, aí comecei a lamber as bolas, e fui subindo devagarzinho para a cabeça enquanto ele gemia de tesão.
    Aí sim fui fazer um boquete digno, e eu olhava no fundo dos olhos castanhos claros dele, e ele dizia:
    _Vai safado! Se lambuza na minha piroca!
    E eu chupava como se fosse a última rola que eu fosse chupar na vida, e ele falou:
    _Vira esse pau pra cá!
    Virei no exato momento, e ele começou a me chupar também, e que boca gostosa, foi o melhor 69 da minha vida! Depois de uns 10 minutos chupando minha rola, ele começou a passar a língua no meu cu, que língua era aquela!
    Meus olhos retiravam de tanto tesão, depois de uns 5 minutos ele falou:
    _Agora eu vou te comer gostosinho! Fica de 4 pra mim vai!
    Levantei minha bunda na hora, e ele passou mais uma vez a língua dele, depois ajoelhou atrás de mim, e senti a cabeça de sua rola na entrada do meu cu, e ele foi pondo devagarinho, então quando ele percebeu que eu ia gemer alto, ele tapou minha boca, e enfiou tudo de uma vez, eu mordi a ponta de algum de seus dedos e o prazer foi mútuo.
    O tempo de dor foi curto, e como um cliché de contos, a dor se tornou em tesão, depois disso ele começou ir e voltar com a rola no meu cuzinho, até que eu disse:
    _Agora deita aí, você vai ser meu cavalo!
    Ele deitou e seu mastro ficou lá levantado, então eu sentei naquela pica, e comecei a cavalgar e rebolar, beijava ele, e via seus olhos revirando, enquanto segurava seus cabelos curtos e loiros.
    Depois de uns 10 minutos nessa posição, eu sugeri que mudassemos, para a minha mais favorita, frango assado, no mesmo momento ele disse:
    _Minha posição preferida é essa!
    Então ele desceu da cama, e eu deitei de barriga pra cima a apoiei meus pés nos ombros dele, e ele encaixou a piroca no meu cu, e ele começou a bombar, cada vez mais forte, até que ele anunciou a chegada do gozo.
    _Tá vindo seu leitinho gostoso!
    Eu sai da posição, me ajoelhei no chão, e comecei a masturbei ele, até que aquele jato quente de porra saiu na minha cara. E ele passava a rola por todo meus rosto e falava:
    _Você é lindo, ainda mais com esse leitinho na cara, seu safado!
    _Você é perfeito de qualquer jeito- disse dando um sorriso safado!
    Então levantei e fui me limpar, e ele foi comigo no banheiro, e enquanto lavava meu rosto na pia, ele chegou por trás de mim, segurou minha cintura, e encaixou a rola na minha bunda e disse:
    _Podemos repetir isso quantas vezes e quando quiser!
    Eu respondi:
    _Com certeza, com você repetiria todos os dias, a vida toda!
    Depois fomos pra sala novamente ver um filme, e cada um em um sofá, trocávamos sorrisos safados de canto de rosto. E depois de uns 40 minutos, nossas mães chegaram, almoçamos, batemos um papo, e fomos embora, mas lógico que voltei lá muitos vezes né (e até hoje), mas isso deixo pra outro conto... 

    Mundo Mais   
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Prive Contos Eróticos - Novinho Loirinho ,Sarado & Safado Rating: 5 Reviewed By: Renan dos Reis
    Scroll to Top