Mundo Mais

  • Latest News

    Tecnologia do Blogger.

    Translate

    quinta-feira, 3 de agosto de 2017

    Prive Contos Eróticos - O Bombeiro com Fogo na Mangueira

    Boa tarde pessoal, é a primeira vez que escrevo um conto, mas todos que postarei aqui será a mais pura realidade vivida por mim, espero que gostem.
    Bom, tenho 18 anos, tenho 75kg e tenho 1,79 altura, cabelos e olhos castanhos, e malho, mas não tenho um tanquinho 100%.Sou super discreto e ninguém sabe de mim. Mas vamos agora para o que aconteceu comigo essa semana.
    Como sabem todas as empresas precisa renovar o Alvará de Bombeiros e o meu padrão conhecia um amigo dele que no caso é bombeiro e passou o numero dele para que eu ligasse para ir a empresa para fazer a avaliação.



    No dia combinado ele chega, posso falar para vocês que realmente eu fiquei de boa aberta,era um cara alto, malhado, com aquela roupa cinza de bombeiro apertando os seus bíceps e a calça um pouco apertada também, dava para reparar na sua mala, mas enfim sempre reparando nele discretamente, quando ele entrou pedi para que aguardasse ser chamado pois meu padrão havia pedido. E o que eu pude perceber também que além de ele ser muito lindo, também muito educado.

    E enquanto ele aguardava, estava eu fazendo minhas obrigações no computador até que ele começa a puxar conversa, perguntou quantos anos eu tinha e eu respondi a ele que tinha 18 e ele me perguntou:

    - Ah sim e você já se alistou? - Pergunta ele. E eu falo.
    - Não ainda não! - E realmente pois até então eu estava em fase de alistamento.Não muito tempo depois ele foi atendido pelo meu patrão e logo saindo da sala dele, ele foi conversar comigo em minha sala, só para constar de que aquele horário meu patrão estava de saída e eu estava sozinho na empresa com ele. E me perguntou:

    - Então você não se alistou né, se for o caso me avisa que eu consigo uma dispensa para você! - Disse ele.

    No meu caso era um pouco difícil ser dispensado, pois não tenho nenhuma dor nas costas, nem problemas respiratórios e nem filho único e disse a ele:

    - Ahaha, nas condições em que estou para ser dispensado do TG só se eu DAR para você - Disse isso em tom de brincadeira, dando risadas. E ele respondeu.

    - Bom se você fizer isso facilitará muito realmente, mas é claro que se quiser. - Disse ele rindo também.

    Porém ele não parava de me olhar agora com malícia e em pouco tempo ele chegou perto de mim e me beijou, e eu como não sou besta aproveitei a situação que estava sozinho e continuei beijando, estávamos tão grudados que eu percebi que seu cacete estava ficando cada vez mais duro, e o meu também e tomei prossegui.

    Com isso levei ele para uma sala do fundo, onde havia um sofá, pois hoje em dia muitas empresas possuem essas salas para descontrair, e fui tirando a roupa dele, deixando aparecer aquele corpo maravilhoso, bem malhado e com poucos pelos. Fui passando a minha boca em todo aquele corpo que estava cheiroso e ele dando pequenos gemidos de tesão, até que abaixei a sua calça, mostrando aquele pau perfeito, grande (devia ter uns 19cm e bem grosso também), não demorei muito até que comecei a chupá-lo.

    Ambos tomados pelo prazer e eu estava adorando chupar aquele pau e ele gemendo e com a sua mão forçando a minha cabeça contra o pau dele, fazendo eu dar algumas engasgadas, até que ele disse:

    - Você é bem safado em seu puto, eu quero comer o seu cuzinho todo, e o jeito que estou eu vou te arrombar inteiro.
    - Então vai, vamos ver se você pode mesmo ou só está blefando.

    Logo que eu disse isso ele me pegou pelos braços e me jogou no sofá da sala e tirou rapidamente a minha roupa e me deixando na posição de frango assado.

    Ele ia lambendo fundo o meu cuzinho e eu gemendo agora com muito tesão, queria ver aquele pau dentro de qualquer jeito.E disse a ele:

    - Vai meu bombeiro me fode vai, não aguento de tesão. E ele disse:
    - Certo, eu acho que já está bem lubrificado, agora você vai ver quem estava blefando.

    Não deu outra ele começou a esfregar aquela pica dura no cuzinho que já estava piscando muito pedindo aquele rola, até que ele começou a meter e sem ao menos esperar enfiou tudo de uma vez. Senti uma dor incrível, e quando ia gritar ele logo me beijou e não deixou que eu gritasse e disse:

    - Você não queria rola, agora aguenta e não vou deixar que você grite seu putinho safado.

    Eu já estava louco de tesão e ele também, até que mudamos de posição e eu fiquei de QUATRO pra ele, e foi metendo tudo de uma vez, dando estocadas cada vez mais violentas e eu naquela hora já não sentia mais dor, apenas prazer, até porque ele me dava vários tapas na minha bunda e isso me dava muito mais tesão. E eu rebolava no pau dele e afundava mais e mais pra ele meter fundo, meu rabinho dava mordidas no pau dele, até que ele tirou o pau do meu cuzinho e falou:

    - Agora você vai tomar leitinho seu safado, vai chupa o meu pau e vai batendo pra mim.

    Nós estávamos muito loucos e o pau dele ainda estava duro feito pedra e atendendo a pedidos do meu bombeiro, eu chupei ele e bati uma pra ele ao mesmo tempo, e depois de alguns minutos ele goza dentro da minha boca, eu sem deixar cair nada no chão, aproveitei ao máximo, e ele dando urros de alívio, me levanta e me beija, depois ele mesmo bateu uma punheta pra mim fez com que eu gozasse no chão. Depois disso nos arrumamos, saímos da sala de descanso e voltamos para a minha sala, onde ele me passou o seu número de telefone, para caso aja alguma emergência eu chamaria ele.

    Bom pessoal esse foi meu primeiro conto, haverá muito mais ainda, espero que tenham gostado e se tiver alguma dica de como melhorar eu agradeço.   

     Escritor:
     yueMundo Mais   
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Prive Contos Eróticos - O Bombeiro com Fogo na Mangueira Rating: 5 Reviewed By: Renan dos Reis
    Scroll to Top