Mundo Mais

  • Latest News

    Tecnologia do Blogger.

    Translate

    quarta-feira, 11 de julho de 2018

    Pesquisa diz que jovens gays usam menos camisinha


    Estudo aponta que homossexuais fazem mais exames para detectar HIV
    Priscila Mendes, do R7, em Brasília
    Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Ministério da Saúde indica que os jovens gays estão se protegendo do vírus HIV menos que os heterossexuais.
    De acordo com o levantamento, 53,9% dos jovens gays ou que fazem sexo com outros homens usaram camisinha na primeira relação sexual, enquanto a média para os homens em geral é de 62,3%. Levando em conta as relações nos últimos 12 meses com parceiros fixos, 29,3% dos jovens gays usaram camisinha – para os homens nessa faixa etária em geral, o índice é de 34,6%.
    O estudo, feita em dez cidades brasileiras com 3.610 homens, também mostrou que os gays têm vida sexual mais ativa que a população geral, mas usam a mesma quantidade de preservativos que os heterossexuais. Os dados indicam que 56,6% dos gays usaram camisinha em sua última relação sexual casual. O número é praticamente igual aos homens em geral (56,9%).
    Esse dado preocupa os pesquisadores, diz Mariângela Simão, diretora do Departamento DST/AIDS e Hepatites Virais do Ministério da Saúde. Para ela, o uso de preservativo deveria ser maior entre os gays.

    - Os gays têm um maior número de parceiros casuais. Se você casa a vida sexual mais ativa e o uso de preservativo, que não é diferente do uso na população em geral, aí nós temos problema. É porque o vírus está circulando mais nesses grupos [gays e homens que fazem sexo com outros homens].
    A pesquisa, apresentada durante o 8º Congresso Brasileiro de Prevenção das DSTs e Aids, que acontece em Brasília, chama a atenção também para a frequência maior com que os gays realizam testes de Aids. No último ano, 23,5% deles fizeram esse exame, contra 11,2% dos homens em geral. A diretora explica que os gays têm maior percepção de risco, por isso fazem mais exames. Essa alta procura, no entanto, pode esconder um problema.
    – Eles tratam a testagem como se fosse prevenção. Quem se testa de rotina é porque não está usando preservativo.
    Entre as medidas de combate à Aids, o estudo alertou para a necessidade de facilitar o acesso aos aos meios de prevenção, como o preservativo, em locais não usuais como boates e saunas, e não apenas nos postos de saúde.


    Homofobia
    Segundo a pesquisa, o combate à homofobia é fundamental para diminuir a vulnerabilidade desse público em relação à Aids. Toni Reis, presidente da AGBLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), diz que "a homofobia causa Aids".
    O estudo apontou para a maior escolaridade dos gays. Eles têm, de acordo com a pesquisa, maior poder aquisitivo e acessam mais o serviço público de saúde do que homens em geral. Daqueles que responderam ao levantamento, 52,2% possuem 11 anos ou mais de escolaridade, enquanto nos homens em geral, esse número é de 25,4%.

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Pesquisa diz que jovens gays usam menos camisinha Rating: 5 Reviewed By: Renan dos Reis
    Scroll to Top