Mundo Mais

>
  • Latest News

    Tecnologia do Blogger.

    Translate

    quinta-feira, 15 de novembro de 2018

    Prive Contos Eróticos – Renato, mais que um Garoto

     
    Meu amigo e especial leitor quer agradecer pelas leituras e pelos comentários dos casos aqui escritos.Sou Thiago e vou contar um fato que aconteceu na minha adolescência, quando tive a oportunidade de descobrir as virtudes da vida e seus desejos.
    Conheci Renato junto com minha turma que jogava futebol em um campo perto de casa, ele era um novo morador do bairro e tinha 17 anos, jovem e simpático havia conquistado nosso grupo de exatamente 7 pessoas, jogávamos todos os finais da tarde e formava um verdadeiro grupo de amigos.
    Renato era junto com Alex os maiores da turma, era divertido estar junto com cada colega, pois naquela época jamais havia sentido atração por nenhum deles, e não conhecia o que era desejo e prazer devido ter tido uma adolescência muito vigiada.
     
    Porem os dias foi passando e eu conhecia melhor o Renato, ele se tornava um grande amigo, mas do que todos do grupo, nos conversávamos sobre tudo e ele me ajudava com minhas paranóias de adolescente, ele entendia e tinha mais mentalidade do que eu, não perecia que ele tinha penas 17 anos, Renato se tornava um parceiro para todas as horas, ele leal e honesto com o lema amizade, estava presente no campo de futebol e na vida do dia, ele ficava comigo nas festinhas, em casa, a noite jogando vídeo game, em todos os momentos estava eu e ele.
    A amizade era verdadeira e ele me fazia estar feliz, pois em todos os momentos ele partilhava comigo, era um bom e verdadeiro amigo.
    O tempo passa e ele completa sua maior idade e eu adquiria experiência com a vida, porem as coisas e o ruma foi mudando, eu começava a sentir algo a mais pelo Renato, via nele um amigo bacana, admirava sei jeito e seu corpo, via sua boca e sua forma de falar e sentia uma coisa, um sentimento diferente em relação a amizade.
    Neste mesmo tínhamos um enlace de puro carinho, nos abraçávamos, ele me fazia feliz e eu retribuía com carinho, já fazia mais de um ano de amizade e em cada pegar, abraçar, tocar da pele dele na minha eu sentia algo diferente, estranho, porem me dava um prazer.
    E foi com este aumento de sentimentos que em uma noite onde estava eu e Renato em casa que a coisa esquentou, estava na sala com ele vendo novela, quando sem mais ou nem menos ele me pergunta se eu teria coragem de ficar com homem, não respondi e fiquei pensando, mais de imediato disse que dependia, ele sorri para mim e sem eu pedir me da um demorado beijo na boca.
    Fico tremulo, sem reação e ele me dizia que não conseguia mais ficar pensando em mim e neste momento, e que neste momento me amava e sentia por mim um desejo enorme que estava elem da amizade. Eu correspondo ao seu toque e lhe devolvo o beijo e o carinho, pego em seu rosto e sinto sua pele lisinha que me deixava com desejo e prazer,
    Sentia seu cheiro e seus lábios tocar nos meus, minha mente não conseguia parar de pensar nas consequências de tudo aquilo. Dois jovens que estavam descobrindo junto os prazeres da vida e do sexo, tinha medo de tudo aquilo e disse a ele, pois não queria ser chamado de veadinho. Ele me abraça e diz que também tinha este receio, mas que tudo o que acontecer entre nós dois ficaria somente com a gente e que seria segredo.
    Vamos para meu quanto e começamos a se tocar como nunca antes, sentia seu cabelo, sua boca, sua pele e acima de tudo seu mastro que neste momento se deixava sentir pelo tamanho.
    Ele com muito carinho me joga na cama e me deixa totalmente a vontade para ser todo dele. Com muitas vontades sinto seu corpo livre das roupas, seu toque, seu cheiro que me fazia delirar de desejo. Sentia que ele estava com seu estruimento de trabalho nas alturas, e que era muito alem que eu pensava, ele tinha um mastro, grosso, grande e que me deixava com muito delírio e prazer, me fazia dominar pelas vontades e me fazia passear pelo medo do que poderia acontecer. Eu confiava nele e sentia nesta amizade um fundo de verdade e agora de prazer. Estávamos eu e ele, sozinhos em casa devidos minha mãe estar na igreja, deitados na cama, nus fazendo amor, sentia nele o desejo em seu olhar. Ele colocava na minha frente aquela linda vara que estava prestes a me abrir no meio, sentia seu corpo quente e delirante fazer parte da minha noite, sentia sua boca e sua rola tocar em mim. Ele estava pronto para colocar tudinho dentro de mim, colocava seu dedinho para poder abrir passagem antes daquela imensa geba entrar no meu anelzinho.
    Renato estava louco de prazer, e se preparava para me enfiar sua rola, eu estava com medo, mas confiava nele, pois ele era uma pessoa especial.
    A pica dele abre passagem e começa a abrir minhas pregas, eu meio com medo peço para ele ir com calma, ele me acaricia e me da um beijo e me diz que vai fazer bem gostoso, cada segundo parecia um detalhe. Sentia o lacre do meu rego se abrir, eu estava sentindo fortes dores na entrada, pedi para ele parar e ele parou. Desceu com sua língua ate meu rabo e com a mão e sua língua começava a preparar novamente sua pica. Eu gemia de prazer, sentia a pegada do meu melhor amigo, então foi assim, novamente ele tenta colocar tudo dentro de mim, agora com mais calma e com mais gel, a pica dele toma seu lugar e sinto uma entrada triunfante, doía muito, mas eu estava preparado. Meu cuzinho piscava de desejo, cada centímetro parecia uma vitória, uma dor, um prazer, era delirante. Ele metia com carinho, os segundos se aumentam e em poucos instantes esta tudinho dentro de mim, ele fica parado me olhando e dizendo que agora iria fazer movimentos de vai e vem devagarzinho, ate ele aumentar. Nossa eu estava dominado pelo sexo e pelo prazer de Renato. Sua rola alcançava fundo meu cuzão e ele fazia um movimento delicioso de vai e vem, porem eu gemia, gritava, era gostoso, as tripas do meu rabo estava pegando fogo, estava todas aberdar, machucadas com o pau do meu homem. Tudo na sua hora, no seu lugar, era assim que ele me fazia gemer com gosto, eu estava louco de vontade, de desejo.
    Ele se preparava depois de um bom tempo para gozar dentro de mim, seria a primeira porra que eu iria sentir de muitas que viriam. Ele urrava em cima de mim, gritava, e finalmente me enchia de leitinho quente. Nossa foi incrível, maquinifico, prazeroso...
    Ele deita em cima de mim e descansa. Eu estava todo cheio de porra e com muita dor no cuzinho, estava aberto e com sangue misturado ao prazer, porem a noite caia, tomamos banho juntos e por volta das 22h30min minha mãe chegava da igreja.
    Estávamos eu e ele, agora juntos, completos, em harmonia, realizados, era o nosso segredo, nossa mentira, dois homens e um momento, dois amigos e um relato, um prazer, uma pica e uma historia. FIM
    Autor: Escritor Danyel escritordanyel@hotmail.com ------------------------------------------------------------------------------------------------- Acesse e leia mais ; www.casadoescritor.blogspot.com
    Mundo Mais  
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Prive Contos Eróticos – Renato, mais que um Garoto Rating: 5 Reviewed By: Renan dos Reis
    Scroll to Top